domingo, 29 de maio de 2011

Epifania, apenas.

Esse é um assunto delicado, então você aí que me lê (está me lendo) cá entre nós, não leve em consideração pessoas com deficiência mental ou desvio de caráter como os corruptos, assassinos, terroristas e estupradores, ok? Agora vamos ao que interessa...

Quando você julga uma pessoa por certa atitude você não leva em consideração que tal pessoa pode ter motivos bem justificáveis pra isso, cada cabeça é um mundo!
Eu não cheguei a essa conclusão do nada não, tem sido anos observando isso, convivendo com isso já vi, ouvi e até presenciei histórias que são mesmo de se pensar...
Quando você vê um sujeito andando na rua é muito fácil taxá-lo como fulano de tal a julgar pela aparecia ou até mesmo por atitudes superficiais, mas nunca param pra pensar: Qual será a história dessa pessoa...
Até mesmo quando pessoas próximas da gente começam a agir diferente, julgamos, brigamos e até nos afastamos dessas pessoas sem procurar saber nem mesmo o que se passa na vida da mesma, mas pior fazemos com conhecidos que não são próximos, pois eu canso de ver e ouvir pessoas falando mal de outras, desdenhando as atitudes alheias, julgando as aparências, as companhias, as atitudes e isso me causa uma sensação ruim, sabe como é? Essas pessoas que se julgam ‘boas demais’ ou ‘corretas demais’, em minha opinião são as piores, me desculpa, mas pra mim são elas que merecem ser desdenhadas, sinceramente eu sinto pena!
Mas acredito também que toda atitude tem um ‘por que’ mas esses motivos em sua maioria não ficam a mostra, geralmente estão bem escondidinhos, mas existem sim, às vezes nem a própria pessoa sabe por que age de tal forma, mas no subconsciente dela tem algo que  a fez ser assim, algumas vezes são coisas pequenas que passam facilmente despercebidas, então não julgue ou se o fizer guarde seus julgamentos pra você, fulano ou ciclano não está interessado em saber o que você pensa não, o que você pensa é problema seu...
Penso que o verdadeiro mal da atualidade é o Ego, tanta gente que insiste em olhar somente o próprio umbigo e acredita ser o centro das atenções, como já havia dito: 'cada cabeça é um mundo e cada um desses mundos tem seus próprios problemas', eu acho triste o modo como as pessoas tentam parecer felizes vivendo suas vidas cheias de relacionamentos vazios, sorrisos falsos, tentativas desesperadas de aparecer ou parecer o que na verdade não é, vai saber...
Vai ver elas tem seus motivos pra isso também, não estou aqui pra julgar ninguém não.
Mas atitudes assim me parecem mais uma forma desesperada de pedir ajuda. Amigo(a) ,quem se sente preenchido de verdade não tenta provar isso pra ninguém, justamente porque não precisa, pense nisso!
                                                                                                                   
                                                                                                                     Gabriela Duarte.

P.s: Peço desculpas se cheguei a ofender qual quer pessoa, não foi a intenção, bjs!

terça-feira, 17 de maio de 2011

Criador de ilusões

Distribuindo beijos e abraços
É assim que me encontro
Cortando todos os laços
Com os quais me defronto

Ilusões não são o que busco
E sim o que mais produzo
Tampouco sinto quando ofusco
Confuso, te ponho em desuso

Então sigo em frente,
Essa reta é o caminho
Substituo as pessoas
Agora não estou sozinho

Dando tempo ao tempo
Vivendo lá e cá normalmente
Buscando entender essa troca equivalente
De amores por tempo, e tempo por gente.

                                                                                         Jean Lacerda.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Procura cega

Todos querem ser amados,
Ansiamos tanto que não conseguimos
Afinal, em dois seres machucados
Nos regeneramos ou nos destruímos?

Procuramos sempre o brilho do dia
Temendo na noite o pico de sua escuridão
Mas é na noite em que se forma o brilho
Que revive o dia através do ciclo da renovação

Assim como eu procuro você,
Da maneira que eu bem quis
Que até quando me fizer sofrer
Me deixará  triste me fazendo feliz

Tudo possuí sua singela raridade
Peguemos um pouco do que é perfeito
E esqueçamos toda a obscuridade
Dando o seu melhor, mesmo que do seu jeito
Verás que tudo na vida é de verdade.

Procurar não é melhor que se entregar,
E dar algumas vezes é melhor do que receber,
Olhando para a noite nada devemos temer
Porque logo após, um lindo dia irá nascer...

                                                                                        Jean Lacerda.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Quebre as correntes

Crie suas próprias regras e as quebre se for necessário, abra exceções, seja a exceção
Morra de raiva, grite de alegria, sussurre palavras gostosas...
Sorria pra um estranho, roube uma flor, chore, sinta saudades, não tenha vergonha...
Tome banho de chuva, faça amor, seja o amor de alguém...
Converse com crianças, abrace uma árvore, seja quem você quiser...
Use as roupas que você gosta, corte o cabelo (ou deixe ele crescer), observe o céu...
Fique em silencio, ouça o barulho da água, faça bolas de sabão, cante no banho,
Cante pela casa, fique bobo sem motivo, se reserve...
Cometa erros, peça perdão, tente outra vez, experimente a sinceridade...
Minta se necessário, seja feio(a) quando quiser, abrace forte, cheire as pessoas, ame em excesso, não alimente raiva, faça coisas sem pensar, fale coisas da boca pra fora, sempre que voltar um passo atrás ande três pra frente, doe, tome sorvete no inverno, divida seu sorvete com alguém, sinta ciúmes, voe, sinta prazer, dê prazer a alguém, chore de rir, leia um livro, cresça, ensine, aprenda, perdoe, viva!

                                                                                                                     Gabriela Duarte

terça-feira, 3 de maio de 2011

Querida Princesa

Que a vida não me traga só um sonho
Que envolve tanta mágica e beleza
Mais traga também um grande amor
E um beijo seu, ô linda princesa

Tu, que és a mais bela de todas,
Não é princesa de reino nem de trono
Dos meus pensamentos já nem sou dono
Pois não são mais meus, tenha certeza, são teus princesa.

E o que mais irá tirar de mim?
Com seu sorriso singelo, enfim,
Tire-me a amargura e a solidão
E traga-me alegria e a paixão

Pra que nos tornemos um só,
Um só de amor, um só de poder
Não temos castelos, porém juntos,
Rei e rainha nós podemos ser...

                                                                     Jean Lacerda.