domingo, 28 de outubro de 2012

Homens ou animais, homens animais?

Entre a intenção do pensar e do agir
Meu coração palpita sensatez
Já não sei se devo ir ou vir
Só sei que chegou a minha vez

Estive me observando e buscando melhorar
Uma nova luta anda ocorrendo
Bem e mal invertem de lugar
Introspecção, já não resolve esse meu penar

A vida segue e a cada dia uma nova luta
Superações hoje se fazem rotina
Novas trocas já não possuem permuta
A beleza então escorre devagar

Com astúcia observo passos alheios
Surpreendo-me com segredos escancarados
Pois já não se há mais receio
Nesses jogos entre raposas e leopardos.

                                                                                                        Jean Lacerda.